segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Exposição Terra, planeta água

Terra, planeta água

Qualquer gota de água é como um cristal de esperança.
Qualquer esperança é libertadora e questionando-se liberdade, vislumbra-se o fino véu que separa fronteira entre luz e sombra, terra e água. A mesma tênue separação entre presença e ausência, ruído e silencia, vida e morte.
O que aqui se mostra, não são apenas lugares com terra e água em diferentes continentes, mas a esperança capturada nesse único momento, que jamais se repetira, a esperança na preservação da água, independente das divisões geopolíticas, dos ocidentes, centros e orientes, só a jornada da vida.
Mergulhe! 
de 11 a 17 de de setembro, na ARTER!


 








quinta-feira, 25 de maio de 2017

Série Step Out


Para viver do lado de fora

O que acontece quando você abre as janelas e respira um “ar fresco”?
Esta série fala sobre trazer esse “ar fresco” para dentro de casa.
É uma série simples, livre e natural.

Um luxo livre, confortável para os olhos, aerado.
Não é sobre coisas que a gente dá importância no dia a dia na cidade, é sobre o sentimento que o vento traz quando desmancha o cabelo.
É sobre flores frescas, terraços, praia, campo e conforto emocional. Como se você dissesse bem-vindo ao meu jardim, sente-se na minha cadeira e coma em minha mesa.

Luzes, livros, cadeiras confortáveis, conforto emocional como um gostoso chocolate. Ser feliz

Cantos felizes

Maysa Pettes








quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Fabinho Said mostra um pouquinho de nosso trabalho na ARTER

Fabinho Said apresenta o trabalho da fotógrafa Ana Isméria P. Velludo e artista plastica Maysa Pettes
https://www.youtube.com/watch?v=-uI4I_YvUVQ



A energia das cores, com Maysa Pettes
https://www.youtube.com/watch?v=LP5TqLrXsCw

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Exposição da série Legitima defesa da honra

Violência contra a mulher inspira exposição “Legítima Defesa da Honra”

Artista plástica foi ‘provocada’ pelo noticiário de casos de agressão na imprensa

As notícias de abusos reincidentes contra mulheres nos jornais, revistas, sites de notícias e emissoras de rádio e televisão chamaram a atenção da artista plástica Maysa Pettes e motivaram a concepção da exposição “Legítima Defesa da Honra”, que ficará em cartaz no Fórum Estadual de Ribeirão Preto de 5 de fevereiro a 4 de março.
São 15 telas com autorretratos da artista, todas no tamanho de 90 cm x 90cm. Maysa usou a sua própria imagem para representar a dor das vítimas. A intenção foi traduzir nas telas a expressão das mulheres machucadas ou agredidas emocionalmente, muitas vezes por seus próprios parceiros.
“As notícias sempre causam uma dor e uma compaixão e nos provocam com o questionamento ‘o que eu posso fazer?’ e com este trabalho quero mostrar que não apenas a arte, mas todas as manifestações legítimas de repúdio são válidas e necessárias para combatermos o problema”, diz Maysa Pettes.
A série “Legítima Defesa da Honra” ainda não foi apresentada ao público. A exposição poderá ser visitada das 12h30 às 19h, de 2ª a 6ª feira, no 1° andar do edifício do Fórum (Rua Alice Além Saad 1010).
Maysa Pettes
Graduada em Artes Plásticas em 1979 pela Universidade de Ribeirão Preto, passou anos de sua vida desenvolvendo atividades profissionais de diferentes espécies e em diversas áreas. Sempre buscou ampliar seu universo poético e plástico em trinta anos de produção, agregando cursos e vivências na Europa e América do Norte. Sua produção artística, sempre em desenvolvimento no decorrer destes anos e aprimorada com inenarráveis experiências, foi poucas vezes mostrada até 2008, quando, de fato, assumiu que viveria de arte. Hoje, respira e se alimenta de arte e encontra-se em sua plena maturidade pessoal e construtiva.

Maysa e a filha, a fotógrafa Ana Isméria, mantêm o Ateliê Arter, no bairro Boulevard em Ribeirão Preto, uma simpática casa dos anos 1950, que conserva as características arquitetônicas e o ar de época bem marcantes.



Entrevista coma artista , pela CBN :

http://cbnribeirao.com.br/multimidia/podcasts/SOM,0,1,15438,Viol%C3%AAncia+contra+mulher+motiva+exposi%C3%A7%C3%A3o+em+Ribeir%C3%A3o+Preto.aspx











quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Exposição de artes plásticas e fotografias na loja Casa Mundo

Exposição de artes plásticas e fotografias na loja Casa Mundo

Com o objetivo de fomentar e incentivar todas as formas de arte, a importadora Casa Mundo, abre as portas à artistas, exposições de telas e fotografias “Belas Artes” das artistas Maysa Pettes, Ana Isméria P. Velludo e exposição de fotografias "olhar o MUNDO desde CASA" da artista Celya Jacobi.

Exposição Belas Artes
“A liberdade é vasta, feliz, infiel
E as correntes físicas se ligam a mim
Me livro delas, me junto ao céu
Sou apenas eu... assim”
                                   Maira Pettes Velludo
                                   Versos a um dia qualquer

Apenas uma pergunta - o que a liberdade agrega ao valor artístico?
A liberdade refletida, discutida e inspirada em formas ou cores que caibam em um espaço definido (a obra).
Pensar a liberdade a partir da arte consiste em constante renovação do eu, transformações culturais e pessoais, processos tão antigos quanto a humanidade, processos transformadores e tão amplos de exercícios reflexivos, que levam à criação sem comprometimento com ações configuradas da própria vida.
Viva a cor, viva a forma, viva a livre expressão, viva a vida!
Ana Isméria e Maysa Pettes











Local: Casa Mundo Importadora
Rua Sete de Setembro, 1.769
Boulevard – Ribeirão Preto/SP

Fone: (16) 3610-9797



terça-feira, 22 de novembro de 2016

Arter participa da 13a. Mostra de decoração Unerobusti 2016

Arter participa da 13a. mostra de decoração da loja Unerobusti.
Até dia 10 de dezembro, estarão expostos na mostra alguns trabalhos de Maysa Pettes e Ana Isméria, as obras foram especialmente desenvolvidas para os respectivos ambientes de Renata Bittencourt e Adriana Zein, Roberta Alonso e Mariana Oliveira, Camila Peraro, Monica Ciconelli e Cristina Salomão.



 Renata Bittencourt e Adriana Zein





Roberta Alonso e Mariana Oliveira







Monica Ciconelli





Camila Peraro







Cristina Salomão










 http://gruporobusti.com/

Av. Sumaré, 808


Jardim Sumaré - Ribeirão Preto/SPTelefone: (16) 3329-4045






















terça-feira, 4 de outubro de 2016

Notícias de Vancouver

Maysa Pettes e Ana Isméria, levam à Vancouver a exposição Minha doce menina, apresentam 14 trabalhos, entre pinturas e fotografia.
A exposição acontece até de 1 a 23 de outubro 2016, na Gallery Bistro, Port Moody.























acesse o vídeo da exposição:


video





sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Quatro Olhares na Arter

Arter apresenta a exposição “Quatro Olhares”. Desta vez, assinam as obras a fotógrafa Ana Isméria, a artista plástica Maysa Pettes, e os convidados Joel Pereira, arquiteto e designer, e Isabella Pedreschi, designer autodidata. São 35 trabalhos com técnicas diversas.

Segundo os artistas, decorrem em suas artes a compreensão e o questionamento do universo feminino, da infância à maturidade. Na abertura, os visitantes poderão conhecer a série "Minha doce menina", de Maysa Pettes e Ana Isméria, que segue para Vancouver, Canadá, logo após.
A exposição “Quatro Olhares” acontece de 16 de setembro a 14 de outubro e segue aberta à visitação de terça a sexta-feira, das 10h às 18h. 

O Arter Ateliê fica no Boulevard, em uma simpática casa dos anos 1950, que mantém as características arquitetônicas e o ar de época bem marcantes. Além da exposição, o local convida a uma volta ao tempo.

Joel Pereira Artista plástico, arquiteto e designer. Frequentou o curso de Artes Plásticas “Candido Portinari”, graduado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo-FAU Santos, com especialização em design do móvel pela “Oficina de Arte e Design” São Paulo. Como artista plástico é conhecido por usar materiais não convencionais em suas obras, deixando clara sua opção pela ressignificação de materiais cotidianos que, sob sua visão única, adquirem novas dimensões enquanto suporte.





 Maysa Pettes Graduada em Artes Plásticas em 1979 pela Universidade de Ribeirão Preto, passou anos de sua vida desenvolvendo atividades profissionais de diferentes espécies e em diversas áreas. Sempre buscou ampliar seu universo poético e plástico em trinta anos de produção, agregando cursos e vivências na Europa e América do Norte. Sua produção artística, sempre em desenvolvimento no decorrer destes anos e aprimorada com inenarráveis experiências, foi poucas vezes mostrada até 2008, quando, de fato, assumiu que viveria de arte. Hoje, respira e se alimenta de arte e encontra-se em sua plena maturidade pessoal e construtiva.

Ana Isméria P. Velludo Graduada em Administração de Empresas e pós-graduada em Controladoria e Finanças, vivia mergulhada em números quando - através de visitas a museus e outros tantos antros culturais durante viagens nacionais e internacionais que realizou com sua mãe, a artista plástica Maysa Pettes - desabrochou para sua arte, a fotografia. Decidiu, então, profissionalizar-se.  Buscou uma escola de arte, a Bauhaus, onde aprimorou sua técnica. Incrementou seu currículo artístico, realizando inúmeros cursos enquanto colecionava vivências e treinava a capacidade de eternizar memórias. Seu trabalho capta o sentimento vivenciado em momentos de viagens, expostos através de temas inovadores e em formatos inusitados de apresentação.


  
Isabella Pedreschi Teve a curiosidade como ponto de partida para seu conhecimento sobre as artes. Em viagens a diversos países, buscou trazer a bagagem cultural que necessitava para o cunho representativo de seu trabalho. Designer autodidata, encontrou nas artes visuais e design gráfico o trampolim para expressar seu ponto de vista cultural.